A FARSA DA VIDA

"FARSA, A VIDA É UMA GRANDE FARSA, MAS QUEM DISSE QUE NÃO É, COMO NEGAR!, SIMPLES SENDO MAIS UM FARSANTE."

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

BRASIL, O PARAÍSO DOS DISQUES DENUNCIAS E DOS 0800, UM ARSENAL TELEFONICO A DISPOSIÇÃO DOS DELATORES PARA SUAS DELAÇÕES CANALHAS UM INCENTIVO AO DENUNCISMO, AO ENTREGUISMO, A "DEDURAGEM", A "CAGUETAGEM", AOS ""X9" E A "TRAIRAGEM", CARACTERÍSTICAS TÃO HISTÓRICAS QUANTO CULTURAL DO BRASIL E DE SEU POVO. E TUDO OFICIALIZADO E PARA-OFICIALIZADO PELO ESTADO NAZI-FASCISTA BRASILEIRO.

DENUNCIAS ANÔNIMAS OU SOB SIGILO DE IDENTIDADE, SÃO ARTIFÍCIOS INCONSTITUCIONAIS, ILEGAIS E CRIMINOSOS, POR DESRESPEITAR, VIOLAR E USURPAR O DIREITO DE DEFESA DA VITIMA ACUSADA, AO DIFICULTAR E IMPOSSIBILITAR ESSE DIREITO, POR NÃO IDENTIFICAR OU ACOBERTAR A IDENTIDADE DOS AUTORES DAS ACUSAÇÕES QUE SE APROVEITAM DESTES ARTIFÍCIOS COVARDES E CANALHAS PARA PROVOCAR DESGRAÇAS EM VIDAS ALHEIAS E COM ISSO PROMOVER A "CAÇA AS BRUXAS" OFICIAL E PARA-OFICIAL, NOS MOLDES DA INQUISIÇÃO RELIGIOSA DA IDADE MÉDIA E DO NAZI-FASCISMO, ESTIMULANDO DENUNCIAS INFUNDADAS, CALÚNIAS E PERSEGUIÇÕES, ALÉM DE ACOBERTAR DENUNCIANTES COM MÁS INTENÇÕES COMO VINGANÇA, PERSEGUIÇÃO E SADISMO CANALHA E COVARDE. TUDO ISSO APESAR DE INCONSTITUCIONAL, ILEGAL E CRIMINOSO É OFICIALIZADO, PROMOVIDO, INCENTIVADO E ACOBERTADO PELO ESTADO BRASILEIRO E SUAS INSTITUIÇÕES OFICIAIS E PARA-OFICIAIS, COM ESSA REDE DE DISQUE-DENUNCIA E 0800, A DISPOSIÇÃO PARA TODO TIPO DE DENUNCIA E ESPALHADA POR TODO O PAÍS, COM A MÍDIA E A IMPRENSA FASCISTA TUPINIQUIM, ALARDIANDO, INCENTIVANDO E INSUFLANDO ESSA PRATICA CRIMINOSA, CAFAJESTE E NAZI-FASCISTA, UMA CLARA E ESCANCARADA VIOLAÇÃO, DESRESPEITO E USURPAÇÃO DOS DIREITOS INDIVIDUAIS DOS CIDADÃOS JÁ CONSTANTEMENTE VIOLADO PELA VERDADEIRA INDUSTRIA DE MANDADOS DE BUSCA, APREENSÃO, PRISÃO E INVASÃO DE PROPRIEDADES PRIVADAS, ESCUTA TELEFÔNICA, QUEBRA DE SIGILO FISCAL E ETC.ESSE É O CONCEITO DE ESTADO DE DIREITO DO BRASIL E SUAS INSTITUIÇÕES OFICIAIS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário