A FARSA DA VIDA

"FARSA, A VIDA É UMA GRANDE FARSA, MAS QUEM DISSE QUE NÃO É, COMO NEGAR!, SIMPLES SENDO MAIS UM FARSANTE."

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

ESTAS “PEROLAS” SÃO SÓ AUTORITARISMO E ARBITRARIEDADE OU IGNORÂNCIA GRAMATICAL MESMO, POSSIVELMENTE AS DUAS COISAS! AFINAL ISSO É BRASIL!

- “PRISÃO POR DESACATO OU RESISTÊNCIA A PRISÃO” ESSA FRASE SERIA OU É IMPOSSÍVEL DE SER “CUNHADA” EM QUALQUER PAÍS, NAÇÃO OU SOCIEDADE MINIMAMENTE SÉRIA, EVOLUÍDA, DESENVOLVIDA E CIVILIZADA, MAS NUMA REPUBLIQUETA NAZI-FASCISTA DE ÚLTIMO MUNDO COMO O BRASIL, ELA É UM FATO, MAS UM FATO SÓ PARA ALGUNS COMO AQUELES SEM “PEDIGREE” OS CONHECIDOS “ZÉS NINGUÉM”, ENFIM, AQUELES INDIVÍDUOS QUE TIVERAM A INFELICIDADE DE NASCER DO LADO DE CÁ DO “MURO DA VERGONHA” O “MURO SOCIAL”, OU SEJA, TODOS OS INDIVÍDUOS PERTENCENTES AS “CASTAS” DOMINADAS E SUAS RALÉS, LEIA-SE;POBRES, NEGROS POBRES, MINORIAS DESAMPARADAS, “DESAPADRINHADOS”, EXCLUÍDOS, DESCRIMINADOS, PERSEGUIDOS   E “DESERDADOS”, PELO SISTEMA DOMINANTE E SEU INSTRUMENTO DE DOMINAÇÃO O ESTADO BRASILEIRO. SE NÃO VEJAMOS. COMO CRIMINALIZAR ALGO QUE NÃO SE PODE CRIMINALIZAR! É PORQUE “DESACATO” OU “DESACATO A AUTORIDADE” QUALQUER QUE SEJA ELA, SERIA O MESMO QUE “NÃO ACATAR, DISCORDAR OU NÃO CONCORDAR”, E UM DOS PRECEITOS DAS LIBERDADES INDIVIDUAIS, PREVISTOS NA DECLARAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS E ATÉ NA TÃO DESRESPEITADA CONSTITUIÇÃO FEDERAL BRASILEIRA. É O DE QUE, NINGUÉM É, OU DEVE SER OBRIGADO, À ACATAR, ACEITAR, CONCORDAR, ETC, COM ALGO QUE LIVREMENTE NÃO QUER, CASO CONTRÁRIO VIRA AUTORITARISMO, IMPOSIÇÃO, ARBITRARIEDADE, DITADURA. ALGUÉM PODE E ATÉ DEVE SER DETIDO OU PRESO, DESDE QUE TENHA COMETIDO UM CRIME OU DELITO QUE LEVE A PRISÃO, MAS NUNCA POR NÃO ACATAR, DISCORDAR, NÃO ACEITAR OU NÃO CONCORDAR COM ALGO QUE NÃO QUER. MAS COMO SE NÃO BASTASSE A LISTA DE “LEIS ESDRUXULAS” OU “ABERRAÇÕES JURÍDICAS”, UMA ESPECIALIDADE TIPICAMENTE TUPINIQUIM OU BRASILEIRA, QUE PIORA AINDA MAIS QUANDO SE SABE QUE ESTAS “ABERRAÇÕES JURÍDICAS”, FORAM “FABRICADAS” OU “INVENTADAS” SÓ PARA “PEGAR” E PUNIR EXCLUSIVAMENTE OS “ILUSTRES ZÉS NINGUÉM” POR ESTES NÃO POSSUIR CONDIÇÕES FINANCEIRAS PARA PAGAR BONS ADVOGADOS PARA FAZER VALER SEUS DIREITOS INCONTESTÁVEIS E INALIENÁVEIS, ADVOGADOS COM PROFUNDOS CONHECIMENTOS SOBRE DIREITOS INDIVIDUAIS E NÃO SÓ DE “DEVERES”, PORTANTO CAPAZES DE INTERPELAR OS “MAGISTRADOS E PROMOTORES DE JUSTIÇA”, QUANTO A INCONSTITUCIONALIDADE OU “ILEGALIDADE” DESTAS “LEIS” OU “ABERRAÇÕES JURÍDICAS”. O MÁXIMO QUE UM “ZÉ NINGUÉM” PODE PAGAR NO BRASIL, QUANDO CHEGA A PODER, É UM DESTES “ADVOGADOZINHOS”, “PORTA-DE-CADEIA” OU “FORMADOS NAS COXAS” COM POUQUÍSSIMO OU NENHUM CONHECIMENTO DE DIREITOS, TALVEZ SÓ DE “LEIS ESDRUXULAS” COMO ESSA, MAS MUITO COMUM NO BRASIL. SE A CRIMINALIZAÇÃO DE “DESACATO” OU “DESACATO A AUTORIDADE!” PARECE POUCO, IMAGINE AGORA PRENDER ALGUÉM POR, “RESISTÊNCIA A PRISÃO”, ATENTE PARA O FATO DE QUE, ESSA ALEGAÇÃO OU TENTATIVA DE JUSTIFICAR UMA PRISÃO, TEM UM GRAVE ERRO SEMÁTICO. SE ALGUÉM ESTÁ SENDO PRESO, TEORICAMENTE, MESMO QUE “SÓ POR TEORIA”, ESSE ALGUÉM COMETEU UM DELITO OU CRIME QUE PREVER PRISÃO IMEDIATA OU EM FLAGRANTE, LOGO QUALQUER REAÇÃO QUE ESSE PRESO TIVER, ELE NÃO PODE SER “PRESO NOVAMENTE” POR “RESISTÊNCIA A PRISÃO” SE NÃO VIRA ALGO ABSURDO, UMA REDUNDÂNCIA, ENFIM ALGO DESPROPOSITAL. JÁ SE ESSE ALGUÉM NÃO TENHA COMETIDO NENHUM DELITO OU CRIME QUE CAIBA PRISÃO IMEDIATA OU EM FLAGRANTE, ELE NÃO PODE SIMPLESMENTE SER PRESO POR “RESISTÊNCIA A PRISÃO” AFINAL RESISTÊNCIA A QUAL PRISÃO? LOGO O TERMO “PRESO POR RESISTÊNCIA A PRISÃO”, SÓ PODERIA MESMO SER “CUNHADO” PELOS “ESPECIALISTAS” EM LEGISLAÇÕES TIPICAMENTE TUPINIQUIM, SEJAM ESTES OS POLÍTICOS LEGISLADORES QUE CRIARÃO ESTAS “PEROLAS” JURÍDICAS OU OS “JURISTAS FILÓLOGOS” QUE RATIFICARAM TAIS “ABERRAÇÕES GRAMATICAIS E JURÍDICAS”. MAS TALVEZ A RESPOSTA PARA TANTAS ABERRAÇÕES OU ANOMALIAS GRAMATICAIS E JURÍDICAS, SEJAM MAIS  SIMPLES DO QUE IMAGINAM NOSSA “VAN FILOSOFIA” AFINAL OS PRESOS E PUNIDOS SÃO E SERÃO SEMPRE OS “ILUSTRES SENHORES ZÉS NINGUÉM” ENTÃO PARA QUE SE PREOCUPAR COM, “VERBORRAGIAS” COMO, DIREITOS, SEMÁTICA, REDUNDÂNCIA, BLÁ! BLÁ! BLÁ! BLÁ! BLÁ! BLÁ!        

Nenhum comentário:

Postar um comentário