A FARSA DA VIDA

"FARSA, A VIDA É UMA GRANDE FARSA, MAS QUEM DISSE QUE NÃO É, COMO NEGAR!, SIMPLES SENDO MAIS UM FARSANTE."

domingo, 25 de setembro de 2016

TRABALHADOR SÓ SABE TRABALHAR, NÃO SABE ADMINISTRAR E MENOS AINDA GOVERNAR.

 - APESAR DOS DISCURSOS TÃO HIPÓCRITAS QUANTO DEMAGÓGICOS E RETÓRICOS DOS POLÍTICOS QUE BUSCAM VOTOS NA CLASSE OPERÁRIA, GOSTE OU NÃO, CONCORDE OU NÃO, UMA COISA É FATO, NA HISTÓRIA DAS NAÇÕES E PRINCIPALMENTE DESDE AS CONQUISTAS DOS DIREITOS HUMANOS ASSIM COMO DA CLASSE TRABALHADORA, NÃO SE REGISTRA  NENHUM EXEMPLO DE UMA NAÇÃO QUE TENHA CHEGADO A ALGUM LUGAR ENTRE AS NAÇÕES DESENVOLVIDAS EVOLUÍDAS E CIVILIZADAS, COM GOVERNOS PROLETÁRIOS OU TRABALHISTAS, OU SEJA, COM O PROLETARIADO NO PODER, TODOS LITERALMENTE TODOS FRACASSARAM E EM TODOS OS SENTIDOS, TANTO É VERDADE QUE ATÉ NAÇÕES EVOLUÍDAS E CIVILIZADAS, QUANDO PASSARAM A TER GOVERNOS TRABALHISTA OU DE ORIGEM OPERÁRIA, MERGULHARAM EM CRISE NUNCA ANTES ENFRENTADA. UM BOM EXEMPLO FOI A INGLATERRA QUE DE PAÍS DESENVOLVIDO EVOLUÍDO E CIVILIZADO, SEMPRE GOVERNADO PELO PARTIDO CONSERVADOR, QUANDO O PARTIDO TRABALHISTA GANHOU AS ELEIÇÕES PARLAMENTAR, JÁ QUE NA INGLATERRA O REGIME É PARLAMENTARISTA A SÉCULOS, O PARTIDO TRABALHISTA LEVOU A INGLATERRA A UMA CRISE SEM PRESCEDENTES EM SUA HISTÓRIA, CRÍSE ESSA TÃO GRANDE, LONGA E PROFUNDA, QUE QUASE REBAIXOU A INGLATERRA AO NÍVEL DOS PAÍSES SUBDESENVOLVIDOS, A SALVAÇÃO FOI A VOLTA DOS CONSERVADORES AO PODER COM A PRIMEIRA MINISTRA, MARGARETH TACHER, QUE FOI CHAMADA DE ‘DAMA DE FERRO’,  ISSO NOS ANOS 80, E ASSIM RESGATAR A INGLATERRA DESSE ABISMO QUE A CLASSE OPERÁRIA JOGOU O PAÍS. DESDE ENTÃO NUNCA MAIS OS INGLESES PERMITIRAM A VOLTA DO PARTIDO TRABALHISTA AO PODER. HOJE E JÁ A UM BOM TEMPO A ECONÔMIA DA GRÃ-BETANHA, QUE AGRUPAM, INGLATERRA, ESCÓCIA, PAÍS DE GALES E IRLÂNDA, É A ECONÔMIA QUE MAIS CRESCE NA EUROPA, TEM A MOÉDA MAIS ESTÁVEL E VALORIZADA DA EUROPA, A LÍBRA ESTERLINA E OS INGLESES JÁ SE MOSTROU ATÉ FAVORÁVEL A SAIDA DA GRÃ-BETANHA DA COMUNIDADE EUROPÉIA, DE TÃO ESTÁVEL QUE É A ECONÔMIA INGLESA.   O FATO É QUE, PEÃO, TRABALHADOR, SÓ SABE MESMO É TRABALHAR E NÃO ADMINISTRAR NADA, MUITO MENOS GOVERNAR, QUANDO ESTES DOMINAM O GOVERNO, OU DETEM O PODER POLÍTICO DE UMA NAÇÃO, INVARIAVELMENTE ‘METEM OS PÉS PELAS MÃOS’ E OSCILAM ENTRE UM GOVERNO INCOMPETENTE, INEFICIENTE, LENIÊNTE COM AQUELES QUE COMPARTILHAM DE SUA IDEOLÓGIA E CORRUPTO, E UMA DITADURA, OU AMBOS OS CASOS, FRACASSAM LOGO DE CARA NA ECONÔMIA, POR INTERFERIR NA CHAMADA ECONÔMIA DE MERCADO AO QUERER ESTATIZAR TUDO, COM ESSE ‘MOFADO’ DISCURSO, ANTI-GLOBALIZAÇÃO, TÍPICO DOS INCOMPETENTES, INCAPAZES E INEFICIENTES, UM GOVERNO QUE COLOCA O ESTADO EM TUDO, MESMO SEM ESSE TER A MENOR COMPETÊNCIA PARA GERIR OU COMPETIR NO SETOR, ESTABELECE PRIVILÉGIOS E BENEFÍCIOS CORPORATIVISTAS PARA DETERMINADOS SETORES DA ECONÔMIA, INCENTIVA E FAVORECE O CORPORATIVISMO DE CLASSE OU PROLETÁRIO. ESSE TIPO DE GOVERNO TENDE QUASE SEMPRE AO ASSISTÊNCIALISMO E CLIENTELISMO POR ACHAR QUE O ESTADO DEVA SER UM PAÍ PARA OS TRABALHADORES, E NÃO UM GESTOR E FOMENTADOR OU CRIADOR DE CONDIÇÕES FAVORÁVEIS AO INVESTIMENTO QUE GERE EMPREGO PAGANDO BEM. NUM GOVERNO PROLETÁRIO, VÁRIOS VÍCIOS SE INSTALAM, COMO POR EXEMPLO, EXCESSO BUROCRÁTICO E DE IMPOSTOS, ISSO PARA SUSTENTAR A ‘MAQUINA ENFERRUJADA’ E SOBRE CARREGADA DO ESTADO, FECHAMENTO DO MERCADO A COMPETIÇÃO DE PRODUTOS E SERVIÇOS, ESPECIALMENTE QUE VENHA DE FORA DO PAÍS, CRIAÇÃO DE MONOPÓLIOS OLIGOPÓLIOS E CARTEIS E COM ISSO FAVORECER NÃO A COMPETÊNCIA E A EFICIÊNCIA DAQUELES QUE TEM CONDIÇÕES DE OFERECER PRODUTOS E SERVIÇOS DE QUALIDADE A CUSTO COMPETITIVOS, MUITO MENOS PERMITE GENTE COM CAPACIDADE E COMPETÊNCIA PARA ADMINISTRAR INDEPENDENTE DE SUA IDEOLOGIA POLÍTICA, MAS SIM SÓ AQUELES QUE FIÉLMENTE SE ALINHAM IDEOLOGICAMENTE COM ESSE TIPO DE GOVERNO. COMO SE SABE ADMINISTRAR A COISA PÚBLICA, É COMO SE ADMINISTRAR UMA GRANDE EMPRESA, NÃO NO SENTIDO DE GERAR LUCROS COMO ESTA, MAS NÃO DÁ PREJUÍZO, ONDE RECEITA E DESPESAS TEM DE ANDAR JUNTAS E DEPENDENTES UMA DA OUTRA, PARA TUDO ISSO EXIGE-SE DO ADMINISTRADOR PÚBLICO, CONHECIMENTO DE CAUSA COM VISÃO ADMINISTRATIVA, MAIS UM INTELECTO CAPAZ DE DICERNIR O QUE É PAIXÃO E O QUE É RAZÃO, ONDE O AMADORISMO E O EMPÍRISMO NÃO PODE, NEM DEVE TER VEZ. POR TUDO ISSO, O PROLETÁRIO, O TRABALHADOR ENFIM O PEÃO, NÃO TEM TEMPO NEM A CAPACIDADE PARA ELABORAR PENSAMENTOS COMPLEXOS DO QUE É ADMINISTRAR, E COMO GOVERNAR UM PAÍS, UMA NAÇÃO. ESTOU FALANDO NISSO, NÃO TOMANDO COMO EXEMPLO, O DESASTRE ADMINISTRATIVO DOS PTRALHAS, OU MAIS CONHECIDO COMO, PARTIDO DOS TRABALHADORES, E SEU ESCANDALOSO FRACASSO NO GOVERNO. ATÉ PORQUE QUALQUER PESSOA QUE CONHEÇESSE ESSA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA CHAMADA PT, DESDE SEU NASCIMENTO, JÁ SERIA CAPAZ DE PREVER NO QUE PODERIA SE DÁ, CASO ESSE PARTIDO CHEGASSE AO PODER POLÍTICO NO BRASIL, O PRESENTE E FUTURO DESASTROSO, QUE ESTARIA RESERVADO ESPECIALMENTE PARA A PRÓPRIA CLASSE OPERÁRIA, COM UMA CONTA A PAGAR TÃO ALTA QUE PODERÁ LEVAR LITERALMENTE A FALÊNCIA A CLASSE TRABALHADORA JUNTAMENTE COM O PAÍS, DESEMPREGO, INFLAÇÃO ALTISSIMA E UMA DÍVIDA PÚBLICA QUE É UMA VERDADEIRA BOMBA RELÓGIO, PARA O PRESENTE E PARA O FUTURO DE TODOS. QUEM TRABALHA INVARIAVELMENTE NEM TEMPO PARA PENSAR TEM E SE PENSAR QUASE SEMPRE SEUS PENSAMENTOS SE LIMITAM A SEU UNIVERSO LABORAL, MUITO MENOS COSTUMAM TER UMA VISÃO CRITICA. UM EXEMPLO EMBLEMATICO DESSA SITUAÇÃO ESTÁ NOS GRANDES FILÓSOFOS E PENSADORES, DOS ANTIGOS AOS CONTEMPORÂNEOS, TODOS OU QUASE 100% DESTES FORAM OU SÃO DA CLASSE BURGUESA, PORQUE PARA PENSAR E PENSAR DE FORMA CRÍTICA OU MUITO COMPLEXA, EXIGEM-SE MUITO TEMPO DISPONÍVEL E UM CERTO NÍVEL INTELECTUAL PARA FUNDAMENTAR SUAS DIVAGAÇÕES, CONDIÇÃO QUE SÓ AS CLASSES SOCIAL MAIS ABASTADAS É QUE TINHAM OU TEM PARA PODER PENSAR E AINDA TER  CAPACIDADE PARA CRITICAR QUESTIONAR E CONTESTAR, ATÉ PELO INCONTESTÁVEL NÍVEL INTELECTUAL DESTAS, SE COMPARADO A CLASSE OPERÁRIA, ISSO TAMBÉM É FATO. SÓ NO BRASIL MESMO, PARA, TANTO A ‘CASTA’ DOMINANTE QUANTO AS ‘CASTAS’ DOMINADAS SEREM IGUALMENTE DESPROVIDAS DE NEURÔNIOS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário