A FARSA DA VIDA

"FARSA, A VIDA É UMA GRANDE FARSA, MAS QUEM DISSE QUE NÃO É, COMO NEGAR!, SIMPLES SENDO MAIS UM FARSANTE."

sexta-feira, 2 de junho de 2017

IMPROBABILIDADE E LIBERDADE DE EXPRESSÃO NÃO SÃO SUFICIENTES, O FALSO MORALISMO SIM!

 ACUSAR ALGUÉM DE ALGO TÃO IMPROVÁVEL COMO É O CASO DE RACISMO, PODE SER CONSIDERADO MUITO MAIS GRAVE DE FATO, DO QUE O MOTIVO QUE O LEVOU A ACUSAÇÃO, OU SEJA, POR ‘RACISMO’, AFINAL DE CONTAS NÃO SE PODE JURIDICAMENTE ACUSAR NINGUÉM SEM QUE A ACUSAÇÃO TENHA UM FUNDAMENTO PASSÍVEL DE COMPROVAÇÃO, MESMO PORQUE, NÃO PODE HAVER CRIME SEM PROVAS, E A ACUSAÇÃO DE RACISMO, É IMPROVÁVEL, GOSTE OU NÃO, QUEIRA OU NÃO, CONCORDE OU NÃO ALGUNS, MAS A VERDADE É QUE, CRIMINALIZAR RACISMO, É ALGO TÃO ESDRÚXULO QUANTO UMA ABERRAÇÃO JURÍDICA. COMO PODE ACUSAR UMA PESSOA DE ALGO QUE NÃO EXISTE DE FATO, QUE É O CONCEITO DE RAÇA NA ESPÉCIE HUMANA, E A PALAVRA FINAL SOBRE ESSE TEMA A CIÊNCIA, QUE É INCONTESTAVELMENTE A VERDADEIRA AUTORIDADE EM QUALQUER TEMA PASSÍVEL DE DÚVIDAS, E A CIÊNCIA JÁ DEU A MUITO TEMPO ESSA RESPOSTA, QUANDO AFIRMOU QUE À ESPÉCIE HUMANA NÃO SE SUBDIVIDE EM RAÇAS E SIM EM ÉTNIAS. DIANTE DE TUDO ISSO, CRIMINALIZAR RACISMO, SÔA COMO UM ‘REMENDO’ EXTREMAMENTE FALSO-MORALISTA, FEITO PARA AGRADAR OS OFENDIDOS, JÁ QUE JURIDICAMENTE, INCONTESTAVELMENTE NÃO PASSA DE UMA ABERRAÇÃO, ALEM DE ESDRÚXULO.  USANDO COMO METÁFORA UM DITADO POPULAR QUE DIZ, É COMO ‘COLOCAR O CARRO ADIANTE DOS BÓIS’, SÓ PORQUE O DONO QUER QUE SEJA ASSIM. SE ALGUÉM AO INVÉZ DE CHAMAR O OUTRO DE ‘MACACO’ OU MESMO ‘FILHO DE MACACO’, CHAMA DE CAVALO, BURRO, ‘ASNO’, QUAL A DIFERENÇA? JÁ QUE ALEM DE IMPROVÁVEIS AS COLOCAÇÕES, ESTAS TAMBÉM SÃO PRECONCEITUOSAS. NO ENTANTO NÃO SE TEM NOTÍCIA DE QUE ALGUÉM TENHA FORMALIZADO UMA QUEIXA, SEQUER POR INJÚRIA, CONTRA AQUELE QUE O TENHA CHAMADO DE CAVALO, BURRO OU ASNO, SERIA SÓ PORQUE NÃO É CRIME MUITO MENOS HEDIONDO CHAMAR ALGUÉM POR ESTES NOMES APESAR DE NÃO HAVER NENHUMA DIFERENÇA DE CONCEITO. O ‘RACISMO’, JAMAIS DEVERIA SER USADO COMO FUNDAMENTO, ATÉ PORQUE JÁ EXISTE FORMAS DE CLASSIFICAR UM PRECONCEITO OFENSIVO, QUE SERIA O DE INJÚRIA, ALGO JÁ PREVISTO NA LEI, MAS NUNCA UMA ALEGAÇÃO DE RACISMO, QUE ALEM DE SER UM CONCEITO IMPROVÁVEL, CRIMINALIZA-LO TERMINA POR FERIR UMA DAS MAIORES CONQUISTAS INDIVIDUAIS DO SER HUMANO, QUE É O DIREITO A LIBERDADE DE EXPRESSÃO, NA SUA TOTALIDADE, OU SEJA, EXPRESSAR O QUE PENSA OU OPINAR INCLUSIVE DISCORDANDO, OPTAR PELO QUE ENTENDA SER MELHOR OU MAIS CONVENIENTE. E PODE PARECER ABSURDO PARA ALGUNS, MAS NINGUÉM PODE NEM DEVE, SER OBRIGADO A GOSTAR DO OUTRO, MUITO MENOS CONCORDAR COM QUEM QUER QUE SEJA, SÓ PORQUE O OUTRO É DE COR DIFERENTE DA SUA OU PROFESSA CRENÇAS DE FÉ RELIGIOSA. NÃO É POR ACASO QUE AS NAÇÕES VERDADEIRAMENTE SÉRIAS, EVOLUÍDAS, CIVILIZADAS, ENFIM LIVRES, ONDE O ESTADO DE DIREITO É UM FATO E NÃO UMA ‘LETRA MORTA NO PAPEL’, NÃO CRIMINALIZARAM O RACISMO, QUE PODE SER CONSIDERADO, IGNORÂNCIA, FALTA DE EDUCAÇÃO, DE INFORMAÇÃO E ETC, MAS JAMAIS UM CRIME. COMO DISSE CERTA VEZ O MINISTRO DO SUPERIOR TRIBUNAL FEDERAL, LUÍS ROBERTO BARROSO. ‘A LIBERDADE DE EXPRESSÃO DEVE SER TRATADA COMO UMA LIBERDADE PREFERENCIAL, A LIBERDADE DE EXPRESSÃO NÃO É UMA GARANTIA DE VERDADE OU DE JUSTIÇA. ELA É UMA GARANTIA DA DEMOCRACIA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário